Clássicos do Slayer em Bossa Nova para esperar 2018

Com graves problemas financeiros e psicológicos, além de ter sido interditado pela sua própria filha, o músico João Gilberto parece estar disposto a tudo para atingir o público jovem e ganhar uns trocados.

Na noite de Réveillon, João Gilberto estreia uma nova turnê chamada “João Gilberto interpreta Slayer” com versões bossa nova de clássicos da banda americana.

“Tentei focar nos primeiros discos do Slayer que são mais viscerais que os outros que acho meio brochados. Lombardo tinha um suingue praticamente carioca e Tom Araya dava aqueles agudos belíssimos”, comenta João Gilberto.

A turnê também servirá para divulgar os singles “Black Magic em Copacabana”, “Evil Has No Badauê” e “Sambando ’til Death” que já estão disponíveis nas principais plataformas.

A tour começa na noite de 31 de Dezembro para entrar em 2018 em alto astral e um evento para a noite de Réveillon foi criado no Facebook para os interessados se inscreverem.

O músico brinca dizendo que “a cor da calcinha para a noite do Réveillon é ‘World Painted Blood'” se referindo ao penúltimo disco do Slayer e que “Araya é o melhor Tom que eu conheci”, arremata João Gilberto, sempre alfinetando seu famoso desafeto, Tom Jobim.

Confira mais notícias sobre: