Vocalista revelou os reais motivos da escolha de Andy Sneap

Com o anúncio do afastamento de Glenn Tipton por motivos de saúde, criou-se uma enorme expectativa sobre a escolha de Andy Sneap como substituto.

O produtor trabalhou com a banda no último álbum Firepower considerado por muitos o melhor disco do Judas depois de Nostradamus e Turbo.

Após a divulgação dos videos das primeiras performances, muitos fãs decepcionados começaram a questionar se Andy Sneap era realmente a escolha correta pra substituir uma lenda como Tipton no Judas Priest.

Perguntado sobre a reação negativa dos fãs à performance mediana do novo guitarrista, o vocalista Rob Halford saiu em defesa de seu colega de banda:

“Recebemos centenas de fitas K7 de guitarristas de todo o mundo, mas não ouvimos nenhuma, porque não temos mais toca fitas desde os anos 80.”

“Cogitamos vários nomes para o cargo após uma vasta pesquisa no LinkedIn, que demorou meses. Acabamos ficando em dúvida entre quatro grandes guitarristas, mas dois deles eram insuportavelmente chatos, aliás como a maioria dos guitarristas, e um outro fazia chapinha no cabelo e pintava as unhas, o que é um pouquinho demais até para os meus padrões. Não queremos ser confundidos com o Poison.”

Rob Halford conclui: “Acabamos decidindo por Andy Sneap, que era o único guitarrista gente fina entre os candidatos, além de ser o único que topou usar calças de couro vermelhas.”

Confira mais notícias sobre: